terça-feira, 31 de julho de 2012

Casa em caos


Já trocamos o piso, isso foi bem rápido e me surpreendeu, marido que ralou mesmo, mas eu ajudei o tempo todo, minha missão de ajudante de pedreiro. No sábado eu dei a ideia de pintarmos a sala, a cor que estava era meio bege, acho que a tinta era ‘caffe latte’ e por mais clara que fosse ainda dava um ar pesado pras paredes, então marido acatou a ideia e fomos comprar tinta, queríamos cinza bem claro. Chegamos tarde à loja, às 15 horas e a loja fecha às 18 hs, e para completar o cara ao preparar a tinta faz uma bege em vez de cinza. A sorte com o lance da cor errada foi que eu pedi pra maridex abrir a tinta quando chegamos no carro, algo me dizia que estava errada, e estava. Corri pra dentro da loja pra trocar, mesmo tendo um papel em cima da lata de tinta dizendo que não trocavam. Maridex achou que não ia rolar, mas viu logo minha fúria e ficou calado, porque pagar por algo, sair da loja e descobrir que o outro fez errado e pagar de novo, e pior ainda, não saber o que fazer com 10 litros de tinta, ninguém merece.

Dentro da loja mostrei ao meu marido uma prateleira meio escondidinha onde tinha lá umas dez ou mais latas de tinta que tinham sido feitas com a cor errada, estavam lá com desconto, então por isso conclui que esse erro estava sendo corriqueiro. O papel de amostras com a cor que a gente tinha escolhido ainda estava em cima do balcão, os dois rapazes que estavam atendendo eram outros e não fizeram a menor questão de trocar a tinta, disseram mesmo que tinha sido um erro e perguntaram quem tinha misturado a tinta. Tinta certa nas mãos, e claro que conferi antes de vir pra casa, e com algumas horas de trabalho no sábado e mais umas no domingo e surge uma sala com cara nova, mais leve e clara.

Os móveis trocamos todos, os da sala, mas ainda não recebemos os novos e nem nos livramos dos velhos. Optamos por móveis mais leves e modernos, porque tudo que a gente tinha (ainda tem) é escuro e pesado e além de não animar a casa ainda dá uma trabalheira pra limpar e organizar.  A mesa (toda de madeira pesadíssima) e cadeiras da sala de jantar a sogrita arrematou logo e veio pegar no dia que a gente avisou que íamos trocar o piso, ainda sugeri ela levar um dos tapetes e ela amou a ideia, agora tudo faz parte da casa dos sogros e ficou muito melhor lá pois eles tem mais claridade, a mesa está bem do lado de uma janela, e inclusive porque os móveis (duas cristaleiras) da casa dos sogros é da mesma série que a minha antiga mesa, então combinou perfeitamente, ficou bem melhor do que a mesa velha que eles tinham, no caso era velha mesmo e não tinha nenhum valor como antiga. As cadeiras que tínhamos tinha sido do avô do meu marido e meu sogro ficou feliz em levar de volta pra casa.

Eu tenho uma mesa de centro grande e com vidro, mais uma mesa de canto que também é grande e com vidro e um aparador também grande e com vidro, esses todos vão sair e só vai entrar uma mesa pequena de centro e de preferência sem vidro, mas ainda não encontrei nada que fosse pequeno sem vidro e vidro é uma mão de obra pra manter limpo, ainda mais aqui na terra da poeira, nunca vi tanta poeira como tem aqui na Noruega, uns dizem que é poeira gerada pelos aquecedores, mas como explicar isso no verão quando os aquecedores estão desligados? Outros dizem que a poeira é nossa pele, até tem lógica, como também fibras das roupas. Bom, deve ser tudo isso junto e dá-lhe poeira e trabalho pra ter uma casa com cara de limpinha, só limpinha, porque limpíssima é mão de obra pra escrava da casa, não vou virar isso até porque não tenho tempo.

Eu estou tentando minimizar tudo e levar uma vida mais organizada e assim ter tempo pra outras coisas, menos trabalho pra manter a casa, as roupas e a vida em ordem. Uma casa  com menos tralhas é uma casa mais leve e boa de se viver. Fiz várias doacões de roupas, bolsas e sapatos que eu nunca usei ou que usei uma vez e ficou encostado, até porque eu engordei e parei de sonhar que terei de volta uma cinturinha de 62 cm aos 40, né?! E isso tudo inspirada em uns blogs que indiquei em um post passado, não o lance da cinturinha (risos). Mas é isso, o post ficou grande mas era só pra dar notícias sobre a reforminha que está em andamento aqui. A casa está um caos ainda, mas em breve tudo entra nos eixos. Fiz fotos do piso velho e o novo, o velho era uma trabalheira pra limpar, maior cuidado ao passar aspirador e ainda dar um polimento, o novo é uma maravilha, super fácil. E fiz fotos das cores das paredes, só falta eu encontrar o cabo da câmera no meio do caos, assim que encontrar  mostro aqui pra vocês. Como já voltei a trabalhar o tempo ficou meio reduzido, e também estou pensando em fazer um curso de norueguês a nível de segundo grau (não sei como chamam agora no Brasil, ainda sou do tempo do segundo grau), e o curso só depende de ainda ter vaga, mas não vou sumir de tudo daqui, volto sempre.

7 comentários:

Adriana disse...

E eu vim seca achando q já iria ter fotinhos ehheheh. Q delicia q deve ser ver tudo diferente e vcs mesmos sendo os mestres da obra prima. Adorei. BJS

Carolina disse...

Dá muito trabalho mesmo ajeitar a casa ein. Quando mudei de casa trocamos toda a cozinha e foi um trabalho enorme, eu também fui ajudante.
Ainda bem que trocaram a tinta sem problemas, a gente tem mesmo que conferir as coisas e a nota, pq de vez em quando aparecem uns itens extras.
Eu concordo que o melhor é ter móveis práticos e somente os necessários. Aqui em casa tivemos que comprar tudo novo, preferi coisas modernas e fáceis de limpar e manter. Antes tinhamos um sofá branco e era um horror. E eu acho que menos móveis deixam o ambiente "maior".
Menina, eu também não entendo de onde vem essa poeira toda. A gente limpa e rapidamente tudo já está empoeirado novamente... se fomos nos estressar com limpeza, não fazemos nada mais da vida. Eu não me estresso, tento deixar limpa sem precisar estar brilhando. E de vez em quando (ou de vez em muito rss)quando estou sem tempo, o pó reina.
Legal vc fazer o curso, eu agora q vou comecar a trabalhar não tenho como continuar no curso de norueguês, estou com medo de enferrujar. Espero que eles tenham vaga, boa sorte.
Beijo

Luciana disse...

Meninas, acho que amanhã eu coloco as fotos, tenho que achar o cabo da camera pra passar as fotos dos moveis pro computador e enviar pra o site de vendas, espero vender todos, vou colocar baratinho mesmo porque vejo muita coisa boiando no site.

No curso tem vaga, comeca dia 21 de agosto e eu ja solicitei a minha, agora eh pagar e ir pro abraco, estudar eh preciso, o meu noruegues ja enferrujou e eu tenho que passar um oleo nele urgente.

Beijo

Danielle disse...

Ah, fiquei super curiosa pra ver como ficou!!!
Eu amo mudar a casa também (apesar de ainda não ter oportunidade)!! Sou fã de casa com ar levinho também!!

Beijão

Wilqui Dias disse...

Eita Lu que tu é quem aqueles professor de academia, o descanco é carregar peso, tu nao para mulher!!!
Admiro demais isso em vc, é isso ai!!!
um bjao

Luciana disse...

Danielle, em breve colocarei fotos, do antes e depois do piso e parede. Ja os moveis eu vou sonhando com a chegada, a casa ta uma bagunca, mas acho que so chegam em setembro, mas com esperanca em agosto, kkkk

Beijo

Wilqui, eu sou eh preguicosa, mas marido encontra disposicão e eu ideias, kkkk ele as vezes ideias e eu o empurräo, mas eh muito cansativo trabalhar e chegar em casa pra ralar de pedreiro, mas e o jeito, ne?
E estudar eh preciso, ou a gente estuda ou estuda, kkkkk

Beijo

Beth/Lilás disse...

Ei, Lu, gostei da sua decisão de voltar lá na loja e requerer a tinta certa. Muito bem, nada de engolir o errado dos outros!
Você é danadinha, das minhas com certeza. hehe
Tô louca pra ver as fotos dessa mudança radical, como tem bom gosto, imagino que tenha ficado tudo muito bonito.
beijocas cariocas